24.8.14

Os Palcos Pelo Mundo | Cine Theatro Central



A inauguração do Cine-Theatro Central ocorreu em 30 de março de 1929. Todo o esplendor e a beleza do teatro refulgiam nas pinturas de Ângelo Bigi e na iluminação dos lustres de cristal, que davam as boas-vindas ao olhar admirado dos presentes. Ali estava uma vitória da sociedade juizforana, a prova concreta de seu refinamento, um templo de cultura que colocaria a cidade na rota das produções culturais nacionais e estrangeiras.

Localizado no coração da cidade, em sua artéria mais querida, a rua Halfeld, apesar de iniciativa particular, o Central exerceria a função de teatro municipal, o espaço elegante e tecnicamente adequado para a apresentação dos grandes espetáculos. Um dos maiores teatros do país, com seus quase dois mil lugares, seria também um dos mais belos e uma das poucas casas do Brasil com infra-estrutura para montagens tão diversas quanto teatro, ópera, balé e concertos. Com este perfil, o palco do Cine-Theatro Central receberia, nas décadas seguintes, alguns dos mais prestigiados artistas nacionais da música, do teatro e da dança.

O Central estava pronto para mais uma noite histórica, sete décadas depois, quando, em 14 de novembro de 1996, o cine-teatro foi oficialmente reinaugurado. Ali estava de volta, em cores revigoradas, o grande templo da cultura de Juiz de Fora, um dos maiores patrimônios arquitetônicos da cidade, o palco definitivo das grandes emoções e da criação artística.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Foto Plano de Fundo: Coreografia | "The Messiah | Silêncio" do Mestre Jair Moraes


HORÁRIO